SindEducação conclui a mais dura negociação do sindicato

SindEducação conclui a mais dura negociação do sindicato

Quinta-feira (19), o dia foi intenso e movimentado para a Comissão de negociação e a assessoria jurídica do SindEducação/ES. Tudo em virtude do processo negocial 2017/2018 que já perdurava 11 meses, sendo a mais dura negociação em todo o tempo de existência do sindicato.

O presidente do SindEducação/ES, Edson Gomes Soares, disse que o dia foi cansativo pelo fato de a Comissão de negociação ter participado de uma reunião com o sindicato patronal que durou mais de quatro horas e, logo na sequência, ainda participou duma Assembleia dos educadores administrativos, o sindicato teve o auditório lotado, para discutir os pontos propostos para a nova _Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2017/2018.

O processo negocial não foi fácil em virtude do desmonte da CLT. A Reforma Trabalhista (que preferimos chamá-la de *contrarreforma) e a Lei da Terceirização visam única e exclusivamente acabar com os direitos dos trabalhadores. Somos contra e rechaçamos aqueles que querem colocar isso em prática, disse Edson.

Mais tarde, na Assembleia, conduzida com maestria por Edson e auxiliada pelo assessor jurídico do sindicato, Dr. Marcos Vinícius, o presidente se mostrou feliz pelo reconhecimento e elogios que recebeu de inúmeros trabalhadores que lotaram o auditório do SindEducação/ES. Na ocasião, Dr. Marcos Vinícius explicou que ”o momento é crítico e que deve ser de união, pois que a batalha travada com o sindicato patronal ainda não chegou ao fim, pois ainda existe a ameaça de perda de direitos trabalhistas.”

Edson Gomes explicou que houve o reajuste salarial de 4,69%, a partir de 1º de julho, e o Ticket Adicional neste mês de outubro, além da garantia de manutenção de todas as cláusulas da CCT até 28.02.2018, sendo que as duas cláusulas que tratam da Terceirização e das Homologações de Rescisões deverão ser discutidas e readequadas até 30 de novembro deste ano.

”Foi um processo negocial duro! Jamais vivenciado na história deste sindicato. Mas, com perseverança e muita luta, soubemos ultrapassar essas barreiras e chegar à conclusão duma negociação satisfatória para a categoria de educadores administrativos. Eu, e a diretoria trouxemos para cá hoje, o melhor para a categoria que veio em peso e reconheceu nossos esforços”, finalizou Edson Gomes.